segunda-feira, 4 de julho de 2016

TRE-SP deve definir oferta de vagas nas próximas semanas


Com o fim da validade de seu último concurso, no próximo dia 2 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral deve definir nas próximas semanas a oferta inicial de vagas e as áreas de seu próximo concurso para técnicos e analistas. Fontes ligadas ao departamento de concursos informara que a seleção deve contar com as mesmas áreas do concurso de 2011, com exceção apenas de analista da especialidade de Psicologia e técnico da especialidade de artes gráficas, que estão com o quadro preenchido. Já carreiras de técnico judiciário da área administrativa e analistas das áreas judiciária e administrativa estão confirmadas e devem contar com vagas iniciais no edital.
A organizadora da seleção também deve ser definida em breve pela comissão organizadora do concurso. A expectativa é de que a escolhida seja a Fundação Carlos Chagas (FCC), banca responsável pelos últimos concursos do Tribunal.
A previsão é de que a publicação do edital aconteça no mês de agosto, como informou o setor de monitoramento e planejamento do órgão. As provas objetivas serão aplicadas no início de 2017. O cronograma oficial será definido após a escolha da organizadora, que deve ser iniciada nas próximas semanas. De acordo com as projeções estabelecidas no orçamento da União, os valores serão de aproximadamente R$70 para técnico e R$85 para analista. O orçamento também traça uma previsão de 115 mil inscritos.
A remuneração atual do técnico é de R$5.365,92, que inclui o salário (R$2.824,17) e a gratificação de atividade judiciária – GAJ (R$2.541,75), que estão inclusas no reajuste. Os servidores ainda contam com vantagem pecuniária individual – VPI no valor de 59,87. Para concorrer a técnico da área administrativa a exigência é de apenas nível médio completo. Já para técnico da área de apoio especializado é necessário curso técnico.
No caso de analista judiciário as exigências estão dividas em três grupos. Para quem deseja concorrer à área administrativa é necessário nível superior em qualquer área, para a área judiciária a exigência é de superior em Direito e para apoio especializado o requisito é nível superior na área de atuação e registro no respectivo conselho de classe. O inicial da categoria é de R$8.988,95, já incluo o salário de R$4.633,67, a GAJ de R$4.170,30 e a VPI de R$59,87.
Os iniciais chegam a R$6.224,79 e R$9.787,95 com a inclusão do auxílio-alimentação, no valor de R$799. Os servidores ainda contam com assistência pré-escolar, de R$632, para quem tem filho de até 6 anos e 11 meses, além de adicional de qualificação e outras gratificações que podem elevar ainda mais os vencimentos.

Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário